Tem sangue novo no mar: alunos da escolinha de vela treinam para as próximas competições

0
523
Isabela Thomaz, entre os pais Alexandre e Danielle

O Iate é o único clube na Ilha do Governador que oferece aulas de vela para crianças, jovens e adultos. Trata-se de ensinamentos práticos e teóricos que são transmitidos aos sócios todos os sábados e domingos, de manhã e à tarde, de acordo com o grau de experiência dos alunos.

Batizada de Comandante Vaz, em homenagem ao grande velejador iatiano, a escolinha de vela conta com cerca de 10 alunos em cada nível. As aulas são ministradas pelo professor Eric Seager, sob a coordenação do iatiano Fábio Coelho. “Além das aulas práticas e teóricas, procuramos transmitir confiança para que os alunos tenham a capacidade de tomar decisões rápidas e corretas quando estiverem no mar – declarou Eric.

Nas aulas para iniciantes, na parte da manhã, os velejadores vão ao mar em duplas, a bordo de barcos da classe Optimist. Ao adquirirem mais experiência e confiança, eles passam para o turno da tarde, quando o vento é mais forte.

– Também ensinamos disciplina, organização, respeito ao próximo e às regras náuticas, assim como montar o barco, dar nós e se orientar pelo vento – completou Fábio.

Maria Eduarda Sartore, de 9 anos, é uma das alunas mais antigas e assíduas da escolinha de vela. Sua mãe, Tatiana, conta que Duda, apesar de praticar balé, jazz, judô e natação, ficou mais concentrada após ingressar nas aulas de vela. “Ela ficou mais responsável também” – completou Tatiana.

 

Maria Eduarda e Tatiana

Aluno há cinco meses, Cauã Vazquez, de 12 anos, já veleja sozinho. Ele, que também pratica natação e vôlei, adora as aulas e, segundo seu pai, Orlando, adquiriu mais autonomia e confiança para tomar decisões.

O casal Norton e Bianca Maia decidiu matricular a filha, Sophia, também de 9 anos, na escolinha de vela para ela ter mais contato com a natureza. A menina, que já pratica jazz e vôlei no Iate, estuda inglês e tem aulas de equitação. “Queremos que nossa filha seja destemida, respeite o próximo e tenha disciplina. Acreditamos que esses conceitos possam ser passados durante as aulas de vela” – contou Norton.

Norton e Sophia Maia

Cauã Redondo, de 11 anos, foi um dos primeiros alunos escolinha de vela. Ele, que já está na turma avançada, começou por incentivo de seu pai, Tiago. “Sou entusiasta da vela e sempre quis ver meu filho tendo o mesmo gosto por esse esporte, que agrega muitos benefícios para o corpo e a mente de seus praticantes” – declarou Tiago.

Aos 11 anos, Isabela Thomaz já está na turma avançada e, em breve, poderá competir em regatas promovidas pela Federação de Vela. Filha de Danielle e do ex-velejador Alexandre, ela pratica vôlei no Iate e não se incomoda com as aulas serem aos sábados à tarde. “Eu gosto porque aprendo um esporte diferente e faço novas amizades” – revelou.

Segundo Paulo Cesar Araujo, Diretor de Vela do Iate, a reativação da escolinha de vela do Iate foi uma grande conquista da Administração Novos Ventos, nas pessoas do Comodoro José Moraes e de seu vice, Marcos Moraes.

– Conseguimos montar uma estrutura com seis barcos e um horário flexível para os alunos. Em pouco tempo, alguns alunos já poderão competir em regatas do circuito de vela; porém, o mais importante é que todos se tornem grandes seres humanos com os ensinamentos transmitidos durante as aulas – contou Paulo, agradecendo ainda o apoio do Iate Clube do Rio de Janeiro. As aulas da escolinha de vela do Iate acontecem aos sábados ou domingos pela manhã, para as turmas iniciantes, e à tarde, para o nível avançado.

Mais informações pelo telefone 2468-3000, ramal 260.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui