Coitados dos invejosos, incapazes, desleais, traidores, ingratos. Porque, na verdade, sofrem muito com o sucesso dos outros…

0
111

Na madrugada da última sexta, 18 de março, depois de ter trabalhado aproximadamente por quase 18 horas, recolhi-me à minha cama e coloquei um CD de uma cantora que foi criada no Iate, da qual gosto muito, a jovem Raíza. Eu rolava de um lado para o outro. Viviane, minha esposa, dormia profundamente. E eu fazia uma retrospectiva de minha vida e também uma análise mais profunda das pessoas que vivem nesse meu mundo…

Pensei muito nas centenas e centenas de homens e mulheres (e aí não podemos distinguir as faixas etárias), porque todos eles vivem dezenas e dezenas de anos se dedicando com bondade àqueles que mais precisam de suas ajudas.

Por outro lado, ao inverso, me veio à cabeça os verdadeiros monstros que matam, roubam, assaltam, estupram, sequestram, etc. E que, com essas suas atitudes, deixam outras centenas de pessoas sofrendo, às vezes até por toda uma vida. E muitas vezes até morrem nas mãos desses marginais.

Imaginem vocês o sofrimento dessas famílias nessas situações. Um pai perder o filho… Um filho perder o pai… Por qual dor maior poderiam passar?

Acredito firmemente que os parlamentares, através dos seus poderes constitucionais, deveriam dar muito mais poder para que a polícia, o MP e o Judiciário pudessem ter uma atuação muito mais compatível, nesses casos. Enfim… essa é a situação real. E o sofrimento, o medo e o horror dominam as pessoas de bem do nosso país.

Quando mais pensava nessa situação, me veio ao coração a lembrança de milhares de invejosos, incapazes, desleais, traidores, ingratos…

Entretanto, já com um tremendo cansaço, exausto, resolvi tomar um relaxante, porque comecei a fazer uma associação que é totalmente legítima, verdadeira, completa… Que todos eles se confundem na traição a Deus e aos homens exatamente
porque são todos iguais. Precisariam ser dignos e, muito em especial, ter coragem e determinação para não se deixarem curvar a essas forças ocultas, que acabam com suas próprias vidas.

Coitados! Coitados de seus filhos, pais, mães, avós, esposas, parentes próximos e amigos, que assistem a isso como se num teatro estivessem e nada podem mudar. Misericórdia a todos e que Deus possa, com sua força indescritível, ir, aos poucos, retirando esses verdadeiros canalhas da estrada da vida de nós, humanos, que trilhamos uma vida tão distante desses monstros do nosso mundo.

Acredito em todas as religiões. Entretanto, sou devoto de Nossa Senhora de Fátima e tenho certeza de que milagres acontecem. E, por pensar assim, acho que todos eles, que não pensam como nós, um dia poderão até se transformar… e, como nós, ter uma caminhada em suas vidas bem mais tranquila e digna.

Estou em um momento muito feliz de minha vida e de minha família. Em nome de Jesus Cristo, agradeço a todos aqueles que há anos e anos estiveram ao meu lado, ao lado de minha família e ao lado dos meus amigos. E que, com essa força, transformaram o Iate no mais belo, seguro e elogiado clube de nossa cidade.

Um abraço fraterno,

José Moraes – Comodoro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui