Warning: assert() [function.assert]: Assertion failed in /home/jornalgolfinho/www/wp-content/themes/betheme-child/functions.php on line 1

Warning: assert() [function.assert]: Assertion failed in /home/jornalgolfinho/www/wp-content/themes/betheme-child/functions.php on line 1
Unidades de saúde da Ilha em greve contra onda de demissões e extinção de serviços – Jornal Golfinho

Saúde

Unidades de saúde da Ilha em greve contra onda de demissões e extinção de serviços

saúde

Por decisão de suas categorias profissionais, agrupadas no movimento “Nenhum serviço de saúde a menos”, entraram em greve os técnicos de enfer­magem (dia 17 de outubro), os enfermeiros (dia 24 de ou­tubro) e os médicos (dia 1º de novembro).

Os funcionários pedem o apoio da população para seus atos, já que, apenas na Clínica da Família Wilma Costa, no Cocotá, a Prefeitura do Rio está de­mitindo duas equipes de saúde da família (dois médicos, dois enfermeiros, dois técnicos de enfermagem, 10 agentes comunitários de saúde e uma equipe de saúde bucal), o que já prejudica o atendimento a 7 mil moradores do bairro. E isso por enquanto, já que a Secretária de Saúde Ana Bea­triz Busch e o Prefeito Marcelo Crivella pretendem extinguir 184 equipes de saúde em todo o Rio, causando 1.400 demissões.

No Hospital Municipal Evandro Freire o atendimento também está um caos: leitos de CTI fechados, falta de medica­mentos e insumos e demora excessiva no atendimento. Funcionários da área da saúde na Ilha do Governador, que não quiseram se identificar, temendo represálias, disse­ram ao Jornal GOLFINHO que a estratégia da Prefeitura “é maquiar as demissões em massa e o corte de serviços à população com um nome pomposo, ‘reestruturação da atenção básica’, para que a população pense que é apenas um remanejamento, quando, na verdade, se trata mesmo é de muitas demis­sões e eliminação de atendi­mento ao povo”.

Os comentários estão encerrados.