Capa

Prefeitura derruba construções irregulares no terreno invadido na Ribeira

Imagem 254

Na manhã desta quarta-feira, dia 22, por volta das 7 horas, a Prefeitura do Rio realizou uma operação para impedir a continuação da invasão no terreno de propriedade da União, situado na Rua Pires da Mota, 21.

Equipes da Secretaria de Conservação e Obras, da Secretaria de Ordem Pública (com a Guarda Municipal) e da Secretaria de Desenvolvimento Social, com o apoio da Polícia Militar, entraram no terreno e, com uma retroescavadeira, demoliram 12 construções irregulares.

Imagem 255

Funcionários da Prefeitura contaram com o apoio da PM e da Guarda Municipal

O Jornal GOLFINHO foi o primeiro veículo da imprensa a noticiar a invasão, em sua edição de fevereiro, e muitos moradores fizeram denúncias às autoridades, para impedir a favelização do local.

Marcos Teixeira, presidente da Associação de Moradores da Marina Governador, entidade responsável pela ocupação do terreno, disse hoje ao Jornal Golfinho que eles possuem CNPJ, que todos os ocupantes não têm condições de comprar casa própria e que entrarão na Justiça para tentar fazer valer o que chamou de seus direitos.

Imagem 262

Marcos Teixeira, desolado, mostra uma das construções demolidas

Os comentários estão encerrados.