Notícias

Insulanos estão preocupados com o aumento da violência

Projeto apresentado à Secretaria de Segurança,
em 2010, por José Moraes

O aumento da violência é uma preocupação cons­tante em qualquer lugar do país. Na Ilha não pode­ria ser diferente, mas pa­rece que a população está chegando a um consenso: a grande maioria acredita que a melhor alternativa para coibir o número de assaltos na região é atra­vés do monitoramento, por meio de câmeras de vigilância.

Esta é uma antiga rei­vindicação de José Mo­raes, Comodoro do Iate Clube Jardim Guanabara, que, desde 1992, busca alternativas viáveis para a instalação deste equi­pamento. “Lancei publica­mente essa ideia em 1992 quando me candidatei a Vereador. Em 1999, a pro­posta foi referendada pelo então Comandante do 17º Batalhão de Polícia Militar, Coronel Antônio Amaro” – recordou.

O projeto consiste na instalação de câmeras de segurança na Estrada do Galeão, que captariam imagens dos veículos que estivessem entrando ou saindo do bairro. Esses dados passariam para um centro de monitoramento do fluxo, que poderia fe­char o trânsito em caso de algum veículo suspeito somente em uma baia especial, por meio de can­celas eletrônicas e da ação de PMs no local.

Em 2010, José Moraes teve o aval do Secretário de Segurança, José Maria­no Beltrame, e do Gover­nador Sérgio Cabral, mas o projeto não foi levado adiante.

No Governo Pezão, José Moraes solicitou novamen­te a criação do portal, mas o projeto, apesar de apro­vado, não foi concretizado.

A segurança no bairro foi o tema da palestra de junho do Rotay Ilha, que ocorreu no Salão Novos Ventos, no Iate Clube Jardim Guana­bara. Na ocasião, Carlos Roberto dos Santos, então presidente do clube de serviços, convidou o em­presário Rodrigo Taveira, sócio da empresa Unicad, que realiza um trabalho pioneiro na Barra da Tijuca e no Recreio dos Bandei­rantes, com monitoramen­to, 24 horas, por câmeras instaladas em diversas ruas destes bairros para coibir atos de violência. Durante a palestra, Taveira revelou que contou com o apoio da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, da Câ­mara Comunitária da Barra e da Construtora Carvalho Hosken.

O Coronel Odair Blanco, comandante do 17º BPM, o empresário Rodrigo Taveira e o então presidente do Rotary Ilha, Carlos Roberto dos Santos

O Coronel Odair Blanco, comandante do
17º BPM, o empresário Rodrigo Taveira e
o então presidente do Rotary Ilha, Carlos
Roberto dos Santos

Os comentários estão encerrados.