Educação

Faetec reinaugura com um kit: Casa do Trabalhador, postos do Sine e da Fundação Leão XIII

P22F11

Selo Aniversário da Ilha 2017

No dia em que completa 450 anos, 5 de setembro, a Ilha do Governador está ganhando um presente especial: a reinau­guração da unidade Faetec e a abertura da Casa do Trabalhador, ambas na Estrada da Cacuia, esquina com a Rua Capitão Barbosa, no Cocotá, onde funcionava o antigo Fórum. E, brevemente, está previs­to também, no mesmo local, um posto da Fundação Leão XIII, órgão da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, en­carregado das políticas de assistência social do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Esse novo espaço, que revitalizará a re­gião, recebeu a denominação de Complexo do Trabalhador Antônio Pinheiro e Alessan­dro Lyra Braga, dois insulanos ilustres que faleceram recentemente.

O espaço será um importante polo de serviços do Governo do estado para supor­te, qualificação e oferta de oportunidades de trabalho para moradores da Ilha.

Estão previstas as presenças do Secretá­rio de Estado de Educação, Wagner Victer, que foi o mentor e articulador do novo espaço, o Secretário de Ciência e Tecnolo­gia, Gustavo Tutuca, a quem a Faetec está subordinada, e o Secretário de Estado de Trabalho e Renda do Rio de Janeiro, Milton Rattes, responsável pela Casa do Trabalha­dor e pelo posto do Sine/Setrab.

No sábado 12 de agosto, um mutirão vo­luntário reformou e adequou as instalações para o funcionamento dessas unidades. A nova Faetec Ilha agora conta com oficinas de maquiagem, artesanato em feltro, cor­te de cabelo, inclusão digital para idosos e manutenção de ar condicionado, além de orientação jurídicas – todos esses serviços sendo gratuitos.

Após o fechamento da antiga sede da Fa­etec, na Avenida Paranapuã, em decorrência da crise econômica do Estado, o Secretário de Educação, Wagner Victer, morador do bairro, articulou-se com seus colegas da Ciência e Tecnologia e de Trabalho e Renda e conseguiram essa solução inovadora. Alguns membros da iniciativa privada do bairro, como o médico Rômulo Capello, presidente da Somei; Jonathan Santos, gerente da Sicredi Ilha; e a Universidade Estácio de Sá solidarizaram-se com a iniciativa e contri­buíram para a sua concretização.

Os comentários estão encerrados.