Notícias

5ª GLF: agora, romaria a Olaria

P15F7

Desde o dia 17 de junho, todas as licenças de obras comerciais saíram da Avenida Paranapuã e passaram a ser emitidas pela 4ª GLF, que fica na Rua Lu­cena, 210, em Ola­ria, segundo infor­mou ao Jornal GOL­FINHO, por telefone, uma funcionária des­se órgão, que não quis se identificar. Procurado, o Supe­rintendente Daniel Balbi também não respondeu às nos­sas perguntas, tanto sobre a Vila Olímpica quanto sobre a 5ª GLF.

A contadora Elisângela Castelo, pro­prietária da Innove Assessoria Contábil, disse que a mudança para Olaria dos ser­viços de legalização de alvará e de le­treiros foi altamente prejudicial:

“Assim, os pro­cessos de legaliza­ção de empresas e letreiros ficaram mais lentos. O pro­cesso de alvará é realizado de forma on-line pelo Carioca Digital, mas quando a Inspetoria estava na Ilha as consultas prévias eram res­pondidas em até 48 horas; agora, algu­mas consultas que dependem de visita ao local estão de­morando mais de 5 dias e os recursos aos indeferimentos estão levando mais de 10 dias úteis para serem respondidos. Outro exemplo e que anda tirando a paz e atrapalhando os empresários e con­tadores é a legali­zação de letreiros. Esse processo não é on-line: a entrada, o cumprimento de exi­gências, a retirada de taxas e a retirada da planta aprovada têm que ser feitos diretamente na IRLF.

A contadora Elisângela Castelo lem­brou que no Cacuia e na Estrada do Ga­leão existe uma boa quantidade de letrei­ros cobertos, pois a aprovação para a exibição ainda não foi liberada, o que prejudica o empre­endedor que está investindo.

” Antes, ficáva­mos a 15 minutos da Inspetoria, usan­do transporte públi­co; agora, levamos em torno de 50 mi­nutos… sem con­tar que não temos transporte para o novo endereço da Inspetoria “Regio­nal” de Licenciamento e Fiscaliza­ção, em Olaria. Não entendo muito bem como a Ilha, com toda essa popula­ção, não tem pos­tos da Inspetoria Estadual, Receita Federal… e agora nem mais Inspeto­ria Municipal!

No prédio da 12ª GLF, na Avenida Paranapuã, sinalizado como 5º GLF, um cartaz avisa que o órgão, quem diria, acabou em Olaria

No prédio da 12ª GLF, na Avenida
Paranapuã, sinalizado como 5º GLF,
um cartaz avisa que o órgão, quem
diria, acabou em Olaria

Os comentários estão encerrados.